fbpx

Auxiliar de Necropsia: Como Funciona esta Profissão?

Profissionais de necropsia e Tanatopraxia em trabalhos

Não é incomum que a maioria das pessoas não saiba o que faz um auxiliar de necropsia, e muito menos um tanatopraxista.

Desse modo, entre aqueles que possuem conhecimento sobre essa área de atuação, essas profissões podem gerar certa estranheza e até mesmo desconforto.

No entanto, apesar de não serem conhecidas como profissões convencionais e, pouco populares, a demanda por esses profissionais tem crescido a cada dia mais. Tornando-se assim, duas áreas bastante promissoras para se ingressar.

Além disso, o que também chama a atenção para a profissão de um auxiliar de necropsia é o salário, sendo considerada uma área que possui boa remuneração.

Assim sendo, caso tenha interesse em conhecer um pouco mais sobre essas profissões e quais são as suas respectivas funções, continue lendo esse conteúdo!

 

O que é um auxiliar de necropsia e quais são as suas funções?

Pessoa com amostras de sangue introduzindo dentro de uma centrífuga

Você sabe o que é um auxiliar de necropsia e quais são as suas respectivas atribuições?

Embora não seja considerada uma área popular e reconhecida entre a população, essa profissão é extremamente essencial. Por isso, há uma grande demanda por profissionais especializados nessa área.

Basicamente, o auxiliar de necropsia, geralmente também referido como necropsista, trabalha juntamente com médicos legistas.

O papel desse profissional é prestar auxílio ao médico encarregado durante os processos de autópsia ou necropsia em um cadáver, com o objetivo de descobrir a causa da morte.

Mas, quais são exatamente as funções atribuídas ao auxiliar de necropsia?

Bem, esse profissional desempenha uma série de atividades, como por exemplo:

  • Auxiliar na identificação de cadáveres;
  • Lavar o corpo do cadáver após a necropsia;
  • Colher amostras de material dos cadáveres para exames;
  • Limpar e esterilizar o ambiente e instrumentos utilizados;
  • Prestar ajuda durante exumações.

 

O que é tanatopraxia?

E quanto a tanatopraxia, você já ouviu falar sobre essa profissão?

Assim como a necropsia, a tanatopraxia também faz parte do que é conhecido como a área das ciências mortuárias, e possui a sua importância.

A tanatopraxia é semelhante ao embalsamento. Essa prática remonta períodos da pré-história, quando os antigos egípcios utilizavam técnicas de embalsamento para mumificar os faraós.

A tanatopraxia, por sua vez, surgiu em meados de 1990 aqui em solos brasileiros.

No entanto, a princípio foi considerada como uma técnica dispensável. Mas, hoje em dia, tornou-se indispensável em todos os serviços funerários.

Apesar de ser uma profissão inusitada e que possui pouca popularidade, a tanatopraxia é uma prática de extrema importância dentro da necropsia.

Isso porque, o trabalho de um tanatopraxista é, basicamente, preparar e conservar o corpo até o funeral, evitando assim, a decomposição natural do organismo.

Entretanto, é válido ressaltar que o trabalho de um tanatopraxista vai além de conservar o corpo para evitar a sua decomposição.

Pois, esse profissional também desempenha a importante função de deixar o cadáver com um aspecto mais agradável, semelhante à quando estava vivo. Transmitindo assim, uma sensação de tranquilidade e paz aos seus amigos e familiares.

Além disso, a tanatopraxia é também considerada fundamental, pois, é a responsável por desinfectar o corpo. Destruindo assim diversos micro-organismos que podem causar doenças entre aqueles tiverem contato com o corpo.

Portanto, essa é uma profissão que além de exigir profissionalismo e ética, também é necessário que possua dedicação e amor ao trabalho.

Pois, indubitavelmente, é uma área um tanto quanto delicada e que necessita de cuidados especiais, assim como o auxiliar de necropsia.

Ao passo que, perder alguém que amamos não é fácil, e a despedida tende a ser um momento bastante doloroso, que ficará para sempre guardado na memória.

 

Onde pode atuar o auxiliar de necropsia e tanatopraxia?

Embora não seja uma área muito abrangente e que possui diferentes ambientes que esse profissional pode atuar.

Sem dúvida, existe sim algumas variedades de locais que o auxiliar de necropsia e tanatopraxia poderá atuar exercendo a sua profissão.

Assim sendo, confira quais são os principais locais de trabalho desse profissional:

  • Instituto Médico Legal (IML);
  • Funerárias;
  • Necrotérios;
  • Hospitais;
  • Clínicas;
  • Laboratórios de anatomia;
  • Departamentos de polícia.

Quem opta por trabalhar com tanatopraxia, pode atuar ainda como profissional autônomo, chegando a ganhar acima da média salarial.

Uma vez que, ele irá receber por cada corpo, individualmente, com o qual trabalhar realizando seus serviços.

 

Qual é o salário desse profissional?

Como dito anteriormente, o auxiliar de necropsia é uma profissão que possui uma boa remuneração.

Bem, o salário de uma auxiliar de necropsia tende a variar conforme a região do país e da instituição que o contratou.

Todavia, de acordo com algumas pesquisas realizadas, o salário de um profissional especializado nessa área pode ficar entre R$ 2.700,00 a R$ 5.297,00.

Ou seja, dependendo da situação, de sua experiência e da instituição que trabalha, um auxiliar de necropsia pode ganhar até 6 mil reais por mês.

E quanto ao salário de um tanatopraxista?

Bem, a faixa salarial de um tanatopraxista, geralmente, fica em torno de R$ 1.362,00 até R$ 3.431,00, dependendo da instituição contratante e de sua experiência.

 

O que é preciso para trabalhar como um auxiliar de necropsia e tanatopraxia?

Mas, afinal, como posso me tornar um auxiliar de necropsia ou tanatopraxista?

Primeiramente, você deverá ser maior de 18 anos e ter o ensino médio completo.

E então, basta apenas fazer um curso que o capacitará adequadamente para exercer a sua profissão.

Você pode fazer o curso técnico de auxiliar de necropsia e tanatopraxia através do Colégio Marques de Olinda, tanto em modalidade presencial, quanto EAD cujo principal objetivo é ensinar e capacitar os alunos de forma adequada sobre as áreas das ciências mortuárias.

Ou seja, com esse curso técnico você aprenderá tanto sobre a necropsia, quanto sobre a tanatopraxia.

Além disso, esse curso possui duração de 9 meses aproximadamente, e aborda as seguintes matérias:

  • História da Necropsia e Ética;
  • Noções de Medicina Legal;
  • Criminalística;
  • Anatomia, Fisiologia e Patologia;
  • Tanatologia, Sexologia e Traumatologia;
  • Cronotanatognose e Praxitanatologia;
  • Técnicas de Necropsia e Biossegurança;
  • Tanatopraxia e Embalsamamento.

Conclusão

Homem branco de traje privativo e máscara mal colocada.Assim sendo, tanto o auxiliar de necropsia, quanto a tanatopraxia, não são consideradas como profissões convencionais e populares.

Na verdade, ainda há muitas pessoas que desconhecem essas áreas de atuação ou possuem certo receio.

No entanto, a demanda por auxiliares de necropsia tem crescido cada vez mais, justamente por não existirem tantos profissionais atuando na área.

Tornando-se assim, uma profissão bastante promissora para quem busca seguir carreira na área das ciências mortuárias.

Além disso, o auxiliar de necropsia também possui uma boa remuneração, sendo mais uma vantagem que essa profissão tem para oferecer.

Enfim, se você ainda possui alguma dúvida ou sugestão, entre em contato conosco!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X
Abrir Chat